01_memorial
02_projeto
03_projeto
04_painel
05_perspectiva
06_quartos

Concurso de Projeto

Ibis Styles

Arquitetura de Interiores, Mobiliário e Comunicação Visual 

São Paulo | SP

2013

Arquitetura:

Nave Arquitetos Associados

         Arq. Roberto Fialho

         Arq. Valéria Santos Fialho

 

Design de Superfície

         Glauco Diógenes

Mobiliário:

        Paulo Alves

Imagens:

       Fred Meyer

A partir das diretrizes fornecidas pelo edital e dos conceitos estabelecidos pelo promotor para o projeto de arquitetura de interiores das áreas públicas e apartamentos dos Hotéis Ibis Styles, nosso projeto incorpora as características de um hotel urbano para grande cidade, assim como o DNA Ibis Styles e a temática Happy Mood, de maneira a criar espaços não apenas funcionais, mas dotados de personalidade.

Os principais elementos da proposta são:

1.            Espaços bem organizados e que buscam a otimização da ocupação das áreas comuns, reunindo funções similares, porém sem sobreposição de usos incompatíveis.

 

A organização do restaurante permite a adoção de layouts variados de acordo com a necessidade, servindo de maneira adequada aos serviços necessários, como buffet para café da manhã, serviço a la carte, organização de eventos e bar. Os espaços ligados à recepção (de estar e hospitalidade) permitem que os hóspedes tenham acesso aos diversos serviços e comodidades oferecidos pela rede (internet, jogos, espera, entre outros) de maneira integrada. As áreas públicas, desta maneira, configuram um espaço de convívio agradável e com múltiplas experiências agregadas.

 

2.            A valorização do design de mobiliário nacional

 

O respeito à tradição moveleira nacional fica expresso na utilização de peças em madeira do premiado designer Paulo Alves. Peças assinadas, em conjunto com outras feitas sob medida, aliam o desenho conciso à funcionalidade e conforto, levando ainda em consideração o bom uso da madeira como matéria prima.

 

3.            Resgate da tradição da colaboração entre arte e arquitetura para a construção e valorização dos espaços, expressa na adoção de painéis artísticos nos ambientes públicos e privados.

 

O trabalho do artista gráfico Glauco Diógenes, desenvolvido para o painel que cobre toda a parede de serviços da recepção e restaurante, utiliza elementos visuais que remetem à cultura brasileira, ressaltando, porém, aspectos da cultura global. O mesmo conceito será aplicado nos apartamentos, a partir do desenvolvimento de painéis temáticos para cada andar.

 

Seguindo estas premissas, a arquitetura proposta organiza os espaços de maneira a valorizar os conceitos elencados, aliando funcionalidade, facilidade de instalação e manutenção, sem deixar de considerar a importância da percepção de conforto, segurança e eficiência esperada pelo hóspede das grandes metrópoles.